Sindicalismo

O termo Sindicalismo define o movimento de trabalhadores que se juntam para defender seus interesses diante dos empregadores ou das autoridades. A palavra derivou dos syndicats franceses, que eram associações de trabalhadores da mesma categoria para a defesa dos interesses comuns.

Os interesses dos trabalhadores só podem ser bem defendidos quando os sindicatos estão firmemente apoiados no tripé unicidade-categoria-independência econômica. Isto significa que os profissionais devem estar agrupados em categorias, que cada categoria deve ser representada por um único sindicato e que o poder econômico não deve ser capaz de influenciar as posições que o sindicato precisa assumir para defender os direitos da categoria.

No Brasil, o movimento começou a tomar forma com a forte imigração européia no começo do século XIX. Então, as condições de trabalho aqui eram muito ruins, os trabalhadores cumpriam jornadas de 10 e 12 horas de segunda a sábado e não tinham qualquer proteção legal para seus direitos.

Até a Revolução de 30 a evolução foi muito tímida. Encerrado o movimento militar, o presidente Getúlio Vargas sentiu que precisaria tomar uma série de medidas populares para consolidar sua posição política. Entre outras coisas criou, então, o salário mínimo, a Justiça do Trabalho, instituiu o imposto sindical, a jornada de oito horas, a carteira de trabalho e oficializou a existência dos sindicatos – resultando na promulgação da C.L.T., em vigor até hoje.

O sindicalismo brasileiro sofreu as incertezas da implantação da nossa democracia, mas hoje está consolidado e amadurecido. O sindicalismo moderno é um sindicalismo de negociações, mais do que um sindicalismo de contestações. É um sindicalismo que age mais nos gabinetes do que nas ruas. Os empregadores entendem que a saúde das empresas corre nas veias dos empregados, e os empregados entendem que o sucesso de cada um depende do sucesso das empresas em que trabalham.

Essa segurança de ação dá aos sindicatos modernos condições de cuidar melhor dos direitos trabalhistas, do aperfeiçoamento profissional, da saúde e do lazer de seus associados e associadas.

WhatsApp chat