CONVENÇÕES COLETIVAS DE TRABALHO 2022/2023 – Data base: 1º de julho

SINAC (Administradora de Consórcio) : Assinamos em 07/07/2022 a Convenção Coletiva firmada com o SINAC.

“As empresas concederão aumento salarial aos empregados abrangidos por esta Convenção Coletiva de Trabalho, a partir de 01.07.2022, pela aplicação do percentual de 9,00 % (nove por cento), incidente sobre os salários vigentes em 01.07.21. Parágrafo único. Eventuais diferenças retroativas devidas pelo reajuste a partir de 01.07.2022, serão pagas no mês de competência agosto/22. 

a) PISO NORMATIVO DE ADMISSÃO: Para os primeiros 150 (cento e cinquenta) dias de contrato, isto é, até o 150º dia, para possibilitar treinamentos, constatação de experiência, afinidade ao trabalho etc. o piso normativo de R$ 1.341,57 (um mil, trezentos e quarenta e um e cinquenta e sete centavos) mensais, observado o salário mínimo estadual em sua maior expressão.

 b) PISO NORMATIVO DE EFETIVAÇÃO: Para o contrato em continuação, na mesma administradora, após o 5º mês, ou seja, a partir do 6º mês, inclusive o piso normativo de R$ 1.838,52 (um mil, oitocentos e trinta e oito reais e cinquenta e dois centavos)”.

SINCAMESP (COMÉRCIO ATACADISTA, IMPORTADOR. EXPORTADOR E DISTRIBUIDOR DE DROGAS, MEDICAMENTOS, CORRELATOS, PERFUMARIAS, COSMÉTICOS E ARTIGOS DE TOUCADOR NO ESTADO DE SÃO PAULO): Assinamos em 08/08/2022 a Convenção Coletiva firmada com o SINCAMESP:

“As empresas concederão aos empregados abrangidos por esta Convenção Coletiva de Trabalho, a partir de 1º de JULHO de 2022, um reajuste salarial, da seguinte forma:

a) Até o limite de R$ 9.000,00 (nove mil reais) mediante aplicação do percentual de 9,53% (nove vírgula cinquenta e três por cento) incidente sobre os salários já reajustados e vigentes em 01 de julho de 2021.

b) Acima de R$ 9.000,00 (nove mil reais) mediante livre negociação, garantida a parcela fixa mínima de R$ 857,70 (oitocentos e cinquenta e sete reais e setenta centavos), para os empregados admitidos até 01 de julho de 2021.

Parágrafo 1° – Fica certo, porém, que as empresas poderão optar pelo reajuste salarial aqui referido ou pela aplicação dos mesmos percentuais, critérios e datas fixadas para os salários da categoria preponderante da correspondente empresa em que forem estabelecidos e estiverem em vigência por meio de diploma legal, sentença normativa, convenção ou acordo coletivo”.

AS DEMAIS CONVENÇÕES COLETIVAS DE TRABALHO 2022/2023:

Indústria (FIESP),  Comércio e serviços (FECOMÉRCIO) e Material elétrico e aparelhos Eletrodomésticos (SINCOELETRICO) estão em negociação, sem previsão para finalizar.